Aquisição Bens de pequeno valor

Pesquisa 🧐
< Todos os tópicos
Imprimir

Aquisição Bens de pequeno valor

AQUISIÇÃO BENS DE PEQUENO VALOR

Via de regra, os bens destinados à exploração do objeto social e à manutenção da atividade da empresa devem ser classificados e contabilizados no Ativo Imobilizado, entretanto, a legislação fiscal (Decreto-lei nº 1.598/1977 , art. 15 , caput; Lei nº 12.973/2014 , arts. 2º e 119) permite deduzir como despesa operacional o custo de aquisição de bens que, por sua natureza, seriam classificados no Imobilizado, desde que:

a) seu custo unitário não seja superior a R$ 1.200,00; ou
b) seu prazo de vida útil não ultrapasse 1 ano (qualquer que seja o custo do bem). O direito à dedução como despesa deverá ser exercido no momento em que se completar a aquisição do bem e exteriorizado pelo lançamento contábil correspondente.

CONTABILIZAÇÃO
Uma empresa de comercial, faz a aquisição Bens de pequeno valor (calculadora), cujo valor total foi de 1.000,00 e sua vida útil estima-se até 1 ano, visto pela qualidade do material.
D – Bens de Valor Irrelevante (Conta de Resultado)
C – Caixa/Bancos (Ativo Circulante)R$ 1.000,00

Nota: O contabilista deve analisar esse tipo de operação, pois em dadas situações se faz necessário analisar em função do conjunto de bens que satisfaz o objetivo empresarial, como por exemplo, alguns bens que deverão ser ativados: conjunto de peças que compõe um motor, engradados, vasilhames, barris, as cadeiras que as empresas de diversões públicas empregam em cinemas, teatros, etc., botijões usados por distribuidoras de gás,etc.

Anterior Adiantamentos recebidos de clientes
Índice
Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.