Amortização do diferido (antes e depois da Lei 11.638/2007

Pesquisa 🧐
< Todos os tópicos
Imprimir

Amortização do diferido (antes e depois da Lei 11.638/2007

Antes da Lei nº 11.638/07 e Lei nº 11.941/09, era registrada em conta de amortização (uma redutora do Diferido). O saldo existente nesta conta, na data de 31/12/2007, foi reclassificado para o ativo imobilizado ou para o intangível.

 

Assim, a contabilização poderá ser feita da seguinte forma: 

D- Amortização do Diferido (Ativo Diferido) 

C- Amortização do Diferido (Ativo Não Circulante/Imobilizado) 

 

Ou, no caso de gastos que se enquadrem no conceito e representem bens incorpóreos: 

D- Amortização do Diferido (Ativo Diferido) 

C- Amortização do Diferido (Ativo Não Circulante/Intangível)  

 

Ou, no caso de gastos que representem despesas com o administrativo, pessoal de vendas, etc.: 

D- Amortização do Diferido (Ativo Diferido)  

C- Amortização do Diferido  (Conta de Resultado)  

 

Sendo que o saldo existente em 05 de dezembro de 2008 no ativo diferido que, pela sua natureza, não puder ser alocado a outro grupo de contas, poderá permanecer no ativo sob essa classificação até sua completa amortização.  

 

A partir desta data os gastos nas entidades em fase pré-operacional deverão ser registrados: 

D- Amortização do Diferido (Ativo Diferido) 

C- Amortização do Diferido (Conta de Resultado) 

 

Nota: Não atendemos dúvidas acadêmicas ou pessoal via telefone ou WhatsApp da empresa, para quaisquer dúvidas, ou queira saber sobre algum assunto contábil especifico que ainda não publicamos, Fale Conosco atráves do formulário de contato.

Anterior Aluguel recebido antecipadamente
Próximo Amostra grátis
Índice
Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.